Caracteristicas das Placas de Gesso Laminado

Características das Placas de Gesso

Características das Placas de Gesso Laminado As PGL – , são um produto com mais de 120 anos, atribuindo-se a sua origem a Sackett e Kane, nos Estados Unidos em 1890. Foi introduzido na Europa em 1917 na Inglaterra. Em 1948 foi criada a primeira fábrica em França e pouco depois na Alemanha. No ano de 1978 começou a fabricar-se em Espanha através da marca Pladur®, denominação que foi adotada na Península para PGL

.

O gesso é um dos mais antigos materiais de construção produzidos pelo homem e remonta ao oitavo milénio AC na Síria e Turquia. Devido á extraordinária resistência ao fogo, às propriedades térmicas e acústicas, aliadas á facilidade de obtenção, estima-se que em toda a Europa mais de 80% de todos os

acabamentos interiores de todos os edifícios Europeus. Estima-se que estejam aplicados 100 000 milhões de m² sendo considerado nos países desenvolvidos um material básico de construção de interiores. Em Portugal as marcas principais são, para além da Pladur®, a Knauf® e a Iberplaco®, havendo duas fábricas nacionais, a Fibroplac e a Gyptec, ambas na zona centro.

Características das Placas de Gesso Laminado Fabricação.

A pedra natural, com diferentes graus de pureza desde o cristalino, branco, cinza ou outras e designa-se quimicamente por sulfato de cálcio bi-hidratado devido à existência em estado natural de duas moléculas de água – CaSO4 2 H2O, depois de submetida a cozedura entre 130 e 160°C em fornos especiais e perde 1 ½ molécula de H2O, transformando-se em gesso calcinado CaSO4 ½ H2O. Depois de reduzida a pó o gesso desidratado em presença da água a 1 e ½ molécula que faltava, readiquire transforma-se de novo em CaSO4 2H2O, após hidratação, cristalização e endurecimento, conferindo as características iniciais naturais do gesso. A forma das PGL obtem-se em fáfricas automáticas por um processo contínuo de laminação com produções continuas com espessuras, larguras e comprimentos standardizados, sendo as dimensões comuns 1.20 de largura e 2.50 a 3.00m de comprimento.

Características das Placas de Gesso técnicas das PGL.

PESO

O valor médio da densidade da generalidade das placas produzidas na Europa é entre 750 e 800Kg/m³, podendo ser de 1000 kg/m³ nas placas de características especiais.

Descrição no site do wikipédia

Características das Placas de Gesso: ESTABILIDADE E DURABILIDADE

As PGL são 100% naturais e inorgânicas e conservam-se indefinidamente em instalação adequadas à utilização pretendida. São estáveis física e quimicamente, têm um coeficiente de dilatação linear de 15×10-6 m/m°C que tem de ser tido em conta em grandes superfícies contínuas.

Características das Placas de Gesso RESISTÊNCIA

De acordo com a UNE 102.023, a PGL, quando submetida a um impacto de 2.5 J, não apresenta nem ruptura nem fissuração e a marca deixada não poderá ter um diâmetro superior a 20 mm.

Características das Placas de Gesso: FLEXIBILIDADE

Da completa união entre a alma em gesso e as lâminas de celulose que formam a superfície das placas que lhes confere o efeito de armadura, obtém-se um conjunto equilibrado com uma alta resistência e uma ótima flexibilidade. A armadura, devido ao seu processo de fabrico tem as fibras dispostas de forma a que conferem uma maior resistência á flexão no sentido longitudinal que corresponde ao sentido de produção. Esta característica também determina em certas situações o sentido de aplicação da estrutura de suporte em paredes e tectos. Superfícies curvas unidirecionais podem ser executadas com PGL podendo variar entre 60 cm e 1.20 m de raio em função da espessura das placas.

higroscopicidade

A característica da alma associadas às das faces das PGL é a possibilidade da absorção da umidade em excesso até ao equilíbrio com o ambiente regulando de forma natural conforto termo-higrométrico;

Características das Placas de Gesso: CONDUTIBILIDADE TÉRMICA

O valor da condutibilidade térmica da PGL é de λ=0.18W/m°C ( 0.16 Kcal/h m°C);

Características das Placas de Gesso: ISOLAMENTO ACÚSTICO

Nos SCPGL, o valor da massa da PGL fornece aos diferentes sistemas construtivos um comportamento do tipo “massa – absorsor – massa” que lhes confere níveis de prestação acima da média quando comparado com materiais convencionais em termos de comportamento acústico. A elevada densidade da placa e baixa espessura provoca o efeito de membrana face à fonte emissora do som. A placa associada a isolamentos, devidamente dimensionados e executados, os SCPGL, permite obter soluções de condicionamento e isolamento acústico altamente eficientes;

Higroscopicidade:

As PGL são compostas por mineral inerte e incombustível. A Norma UNE 23-727-90 define-as como material não inflamável, isto é M1 ou A2 s1 d0 (B) . Os SCPGL são ótimos protetores passivos contra incêndios e elementos corta-fogo;

                                                                                                                                                                Fonte:Wikipedia.

                                                 http://pt.wikipedia.org/wiki/Pladur

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *