Como Usar o Drywall de Forma Correta Com Qualidade

Como Usar o Drywall de Forma Correta Com Qualidade

Como Usar o Drywall de Forma Correta Com Qualidade! Uma das formas de garantir qualidade á sua obra é seguir algumas regras que está contida no sistema DRYWALL o que vai assegurar o seu desempenho. E isso é até simples: basta especificar e executar utilizando os componentes corretos e de forma correta. Um sistema não aceita improvisos ou adaptações, pois este procedimento pode prejudicar sua performance e até provocar danos materiais ou pessoais

.

Como Usar o Drywall de Forma Correta Com Qualidade

Como Usar o Drywall

As chapas de gesso, os perfis estruturais de aço, as massas e fitas para tratamento de juntas, os parafusos e os acessórios para drywall devem ser utilizados de acordo com as normas técnicas sobre o sistema. Isso, além de tornar mais fácil e rápida a montagem de paredes, forros, revestimentos e outras soluções, previne a ocorrência de defeitos posteriores e, consequentemente, todo o retrabalho exigido para o conserto. Além disso, é importante lembrar que quem não segue as normas estão sujeitos às sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor, que determina expressamente, em seu artigo 39, item VII, que é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços “colocar, no mercado de consumo, qualquer produto ou serviço em desacordo com as normas expedidas pelos órgãos oficiais competentes ou, se normas específicas não existirem, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas ou outra entidade credenciada pelo Conselho Nacional de Metrologia Normalização e Qualidade Industrial – CONMETRO”. O mesmo vale para as empresas e os profissionais do setor da construção civil que aplicarem esses materiais em suas obras.

De acordo com a Associação Brasileira do Drywall já existe desde 2004 o programa setorial da qualidade dos componentes do Drywall mais conhecido como PSQ-Drywall, que visa exatamente dar mais clareza aos incorporadores, construtores, profissionais de montagens e consumidores na hora de adquirir componentes de Drywall, faze-lo sempre em conformidade com as normas levando em conta a segurança e o desempenho que se espera de um novo produto.

Como Usar o Drywall de Forma Correta Com Qualidade

Ainda de acordo com a Associação Brasileira do Drywall as exigências legais e todos os componentes  do sistema Drywall são submetidos  periodicamente  a ensaios nos laboratórios da Tesis Engenharia, de São Paulo, responsável pelo gerenciamento técnico do programa. E para que realista do ponto de vista técnico também transparente as amostras são adquirirdas  nas redes de distribuição  e revenda sem se identificar, ou seja são adquirirdas de forma aleatória no comercio normal.

Como Usar o Drywall de Forma Correta Com Qualidade

O PSQ-Drywall segue o regimento do Sistema de Qualificação de Materiais, Componentes e Sistemas Construtivos (SiMaC) do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Hábitat (PBQP-H) do Ministério das Cidades (www.cidades.gov.br/pbqp-h). O PBQP-H foi instituído em 1998 pela Secretaria da Habitação desse ministério visando à modernização tecnológica e gerencial do setor da construção civil, tornando-o mais competitivo em termos de qualidade e custos e contribuindo desse modo para a implantação de um padrão de qualidade oficial. A partir de então, passaram a ser criados programas setoriais, visando à verificação da qualidade de todos os materiais utilizados no setor.

A relação das atualizada das empresas que produzem em conformidade com as normas pode ser obtida diretamente no site do PBQP-H. O endereço eletrônico é o seguinte:  http://www.cidades.gov.br/pbqp-h/projetos_simac_psqs.php.

Como Usar o Drywall de Forma Correta Com Qualidade

As normas técnicas brasileiras relativas ao sistema drywall são as seguintes: ABNT NBR – 14.715:2010 – Chapas de gesso para drywall – Parte 1: Requisitos; ABNT NBR – 15.217:2009 – Perfis de aço para sistemas construtivos em chapas de gesso para drywall – Requisitos e métodos de ensaio; e ABNT NBR – 15.758:2009 – Sistemas construtivos em chapas de gesso para drywall – Projeto e procedimentos executivos para montagem – Parte 1: Requisitos para sistemas usados como parede; Parte 2: Requisitos para sistemas usados como forro; e Parte 3: Requisitos para sistemas usados como revestimento.

Fonte: Associação Brasileira do Drywall

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *