Gesso acartonado: Tendência mundial

Gesso acartonado: Tendência mundial! Drywall é um sistema construtivo a seco que utiliza chapas de gesso acartonado fixadas sobre perfis metálicos de aço galvanizado.

Este artigo foi publicado originalmente, em 6 de abril de 2014, e republicado no dia 15 de maio de 2017 com atualizações!

A montagem é feita por acoplamento de placas de gesso, sem a necessidade de utilização de argamassa e água. A produção de entulho e o desperdício de material são reduzidos, proporcionando maior organização e limpeza do canteiro, assim como menor tempo de execução da obra.

Gesso acartonado: Tendência mundial

gesso acartonado na sala de espera Foto: Reprodução.

Gesso acartonado

Conforme especificações, as divisórias podem ser de tipos diferentes, além de possuírem espessuras variadas. Basicamente, há três tipos de chapas, as destinadas a áreas secas, áreas úmidas e chapas resistentes ao fogo. Mesmo com o uso de chapas específicas para áreas úmidas é necessário impermeabilizá-las.

Nesse sistema, é fundamental o correto detalhamento do projeto quanto à finalidade de uso das paredes, como por exemplo, a previsão dos locais onde haverá fixação de bancadas, armários, prateleiras, televisores, entre outros, pois nesses locais é necessária instalação de reforços para sustentação entre os perfis metálicos.

As instalações elétricas e hidráulicas são feitas no interior das paredes, entre as placas de gesso, portanto, não há necessidade de corte e quebra de paredes para embutimentos de tubulações. Muitos dos itens para tais instalações, como caixas de interruptor, fixadores, quadros de distribuição, luvas e conectores devem ser próprios para execução em gesso acartonado. No mercado, algumas empresas já disponibilizam linhas de produtos direcionadas especificamente para uso em drywall.

Gesso acartonado: Tendência mundial

gesso acartonado living Foto: Reprodução.

O sistema de drywall possui muitas vantagens. Em suma, sua aplicação visa o melhor aproveitamento do espaço físico (menores espessuras das paredes).Construções mais leves (proporcionando economia nas fundações e estruturas). Gerar menos resíduos e maior agilidade de execução.

Outro ponto positivo é a praticidade de futuras alterações na disposição das divisórias, por exemplo, em caso de reformas e ampliações de cômodos.

A construção em gesso acartonado exige profissionais especializados, o que por muito tempo inviabilizava a escolha de tal sistema construtivo devido ao custo final elevado. Porém, a escassez de mão-de-obra tradicional, (pedreiros, serventes, carpinteiros), tem elevado o preço desses trabalhadores, enquanto que a mão-de-obra em drywall tende a baratear, devido à ampliação do uso desse sistema e da quantidade de operários que tem se qualificado para esse serviço.

Atualmente, em alguns casos, é possível conseguir preços de custo muito próximos entre o sistema convencional e o drywall, possibilitando a escolha pelo gesso acartonado em vista da relação custo-benefício.

No blog do Fábio engenheiro no canteiro tem muito mais sobre Drywall

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *